Mitos e verdades sobre o EPI

Os Equipamentos de Proteção Individuais são fundamentais em diversos ambientes de trabalho. Afinal, é com eles que podemos garantir que o funcionário execute sua função com segurança. 

No entanto, ainda há muitas dúvidas no mercado sobre seu uso, manutenção e obrigatoriedade. Por isso, vamos te ajudar a entender melhor os mitos e verdades sobre os Equipamentos e Proteção Individual. Confira neste artigo especial da Ideal Work!

1: Vestimenta de raspa protege apenas contra respingos.

Mito! A vestimenta de raspa vai proteger o profissional contra respingos, mas também contra um grande perigo que muitos acabam ignorando. Estamos falando das radiações emitidas pelo trabalho com a solda. Essas radiações não ionizantes podem causar graves acidentes, e por isso o EPI se faz necessário durante esta função.

2: Os EPI’s devem ser usados durante 100% do horário de trabalho.

É uma afirmação que parece verdade, não é mesmo? No entanto, um equipamento de proteção individual só precisa ser utilizado durante as atividades e com a finalidade exata a qual se destinam. 

3: Há diferenças entre bota, botina e sapato de segurança.

Verdade! E, por isso, o profissional deve estar atento ao fazer a compra. Embora todos sejam calçados de segurança, cada um possui suas especificidades que os tornam próprios ou não para determinadas atividades.

E para identificar cada um desses calçados, vale checar a altura do cano. A bota de segurança é a mais alta, e tem o cano na altura da canela. Já a botina não vai passar da altura do tornozelo, e o sapato fica abaixo da linha do tornozelo.

4: O uso dos EPI’s é obrigatório.

Verdade! O funcionário deve estar equipado corretamente para exercer sua função, mas a obrigação de fornecer todos os EPI’s é da empresa. Por ser uma recomendação prevista em lei, a não utilização adequada dos equipamentos pode acarretar em demissão por justa causa. 

5: O custo EPI é alto para a empresa.

Mito! Na verdade, o empresário precisa enxergar a segurança do trabalho como investimento, e não um custo. Para se ter uma ideia, para cada real investido em prevenção de acidentes e promoção da saúde do trabalhador há um retorno de R$ 3.

O EPI se torna um investimento alto apenas quando não é usado pelo trabalhador. Isso pode gerar acidentes, multas para a empresa e muito mais. Além de ser tratado como um investimento, é fundamental optar pelos EPI’s certificados, pois assim você garante um equipamento de qualidade ao trabalhador.

Viu só como há diversos pontos importantes sobre os equipamentos de proteção individual? Aqui na Ideal Work, você encontra uma linha especial de EPI’s, todos com qualidade e garantia para sua empresa e seus funcionários. 

Aqui você encontra uma equipe técnica altamente capacitada e especializada para desenvolver soluções de proteção ao trabalhador em qualquer situação. Além disso, oferecemos a elaboração de projetos integrados envolvendo engenharia, logística, tecnologia e operações sob medida, como lojas in company e sistemas de requisição online. 

Solicite já um orçamento on-line e conheça o nosso catálogo completo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

um × um =

Menu

Denúncia Anônima

Este canal tem o objetivo de receber consultas, sugestões e denúncias internas e externas referentes a ética de conduta da Ideal Work Uniformes e EPI's, sendo assegurado total sigilo e confidencialidade ao usuário.